Novela “Paixão”: Elenco e personagens

Novela Paixão – SIC Portugal – Confira o elenco e personagens:

ALEXANDRE MARREIROS – Rui Morisson
QUEM FOI: Pai de Tomás, Luísa, Júlia e casado com Leonor. Provém de uma família rica e, com a morte dos pais, herdou uma grande porção de terrenos, onde edificou um dos maiores resorts do Algarve, o que lhe permitiu tornar-se um dos homens mais ricos da região.
CARACTERÍSTICAS: É um homem frio e calculista, que gere os seus negócios com mão de ferro. É controlador e faz questão de manter a família debaixo do seu domínio.
PROFISSÃO: C.E.O. do grupo Marreiros que possui vários resorts pelo mundo fora, até ser assassinado (no primeiro episódio).
LIGAÇÕES: É próximo da mulher e dos filhos, embora tenha uma relação conflituosa com o filho Tomás, por o considerar um incapaz. Dá-se muito mal com o cunhado, João, desde que soube que este traía a sua irmã Isabel da qual é muito protector. Rejeita a ligação da filha Luísa com Miguel e fará tudo o que puder para os afastar. No entanto, desencadeará um conflito com este que culminará a sua morte.
OBJETIVOS: Quer expandir a sua fortuna e afastar Miguel de Luísa.

LEONOR MARREIROS – Mónica Calle
QUEM FOI: Casou com Alexandre Marreiros muito nova e teve três filhos: Luísa e Tomás e Júlia. Nunca trabalhou, sempre viveu para o marido e os filhos e teve um casamento sem sobressaltos até ao momento em que o Alexandre foi assassinado.
CARACTERÍSTICAS: Leonor é uma mulher bonita, atraente, sempre preocupada em cuidar de si e da sua imagem. Snobe e moralista, aos olhos dos filhos e da família, sempre viveu sob regras e valores muito rígidos mas na verdade, desde que casou que mantém curtos casos extraconjugais com rapazes atraentes e bem mais jovens que ela.
PROFISSÃO: Estudou Ciências da Educação, mas nunca exerceu. Os seus dias são passados entre massagens, cabeleireiros e eventos sociais.
LIGAÇÕES: Tem uma relação algo conflituosa com Luísa. Com Tomás, pelo contrário, é muito tolerante e tenta aparar-lhe todos os golpes. Tem uma adoração por Zé, queacha o marido perfeito.
OBJETIVOS: Afastar Miguel do Algarve e da família Marreiros, proteger o filho Tomás em todas as circunstâncias.

LUÍSA MARREIROS – Margarida Vila-Nova
QUEM FOI: Filha de Alexandre e Leonor. O amor da sua vida é Miguel, com quem começou a namorar ainda adolescente. A sua vida muda drasticamente depois de todas as provas apontarem para ter sido Miguel a matar o paidela. Nessa altura, Luísa estava a fazer um mestrado em gestão, já disposta a integrar-se no resort da família, mas sem imaginar que pouco depois, na sequência da morte do pai, seria designada C.E.O do grupo Marreiros. Sempre foi boa aluna e uma filha e irmã atenciosa.
CARACTERÍSTICAS: Boa pessoa, justa, doce, fiel aos seus, humilde mas firme e assertiva quando assim tem de ser. Psicologicamente forte, é uma mulher com opinião própria, honesta nas palavras e lutadora, capaz de se defender. Foi isso que lhe valeu quando, ainda jovem, teve de superar a desilusão de ver o pai morto pelo namorado e assumir a direcção dos negócios da família. Associada a esta reacção, há também uma frieza adquirida ao longo dos anos que a leva a desistir de tentar encontrar um grande amor, satisfazendo-se com uma relação pacífica, mas também desapaixonada com Zé. Luísa julga ser feliz assim. Assume a gratidão que tem em relação a Zé como um afecto suficiente para si e não procura mais nada. Mas, no fundo de si, ainda está adormecido o amor por Miguel e mais tarde ou mais cedo, ele voltará à superfície quando este regressar a Portugal. Apesar do ódio quem sente por Miguel, por acreditar que este matou o seu pai, Luísa não consegue evitar sentir-se desarmada perante a presença deste, o que a deixa profundamente desconcertada.
PROFISSÃO: C.E.O do Resort. Tem licenciatura, pós-graduação e mestrado em gestão.
LIGAÇÕES: O amor da sua vida é Miguel. Grande amiga de Zé desde os 14 anos casa com este quando Miguel é preso. Mãe de Catarina, com quem tem uma relação muito próxima e de grande protecção. Grande amiga da sua prima Teresa, tem uma relação mais distante com o irmão Tomás, em boa parte porque este não aceita bem a liderança dela nos negócios da família.
OBJETIVOS: Ocupar com dignidade o lugar do pai no negócio da família e proteger, a todo o custo, não só a família Marreiros como a sua filha Catarina. Quando toda a verdade sobre a morte do pai vier ao de cima, Luísa terá de encarar o maior desafio de todos: conseguir perdoar-se a si própria.

TOMÁS MARREIROS – Pedro Sousa
QUEM FOI: Irmão de Luísa, sempre se mostrou um jovem irresponsável e foi com dificuldade que terminou Economia. Mal acabou o curso, começou a trabalhar com o pai na administração dos negócios do grupo Marreiros. Mas Alexandre sempre soube que o filho tinha maior aptidão para gastar dinheiro do que para o ganhar, por isso nunca contou verdadeiramente com ele, confiando mais em Zé, seu afilhado, do que em Tomás. Com a morte do pai, acalenta a ilusão de poder vir a ficar à frente dos negócios da família, mas a mãe frustra-lhe as expectativas. Reconhecendo maior capacidade a Luísa, Leonor dá a esta a direcção do grupo Marreiros, cuja autoridade Tomás está sempre a questionar.
CARACTERÍSTICAS: Com sucesso no campo das mulheres, arrogante e presumido. Desconsidera os seus subalternos no resort, ao mesmo tempo que se apoia no trabalho deles para se dedicar aos prazeres da vida. Preguiçoso, vicioso, leva uma vida algo desregrada e estoira muito dinheiro no jogo, no engate e em prostitutas. Superficial, nunca se ligou profundamente a ninguém, acumulando relações sem grande significado. É machista e mesmo misógino, o que o leva a desrespeitar as mulheres.
PROFISSÃO: Administrador do grupo Marreiros. É ainda o braço direito de Zé nos negócios ilegais deste.
LIGAÇÕES: Dá-se bem com a mãe, que o protege e lhe desculpa os comportamentos erráticos. Tem uma relação conflituosa com Luísa, que está sempre a apontar-lhe a irresponsabilidade e com que vai ter inúmeros conflitos. Apoia Zé em tudo sem hesitar e tem um ódio de morte de Miguel, que julga ter assassinado o seu pai.
OBJETIVOS: Assumir a liderança do Grupo Marreiros, substituindo a irmã. Ter uma vida de luxo. Conquistar a mulher por quem se vai apaixonar.

JÚLIA MARREIROS – Inês Herédia
QUEM FOI: Filha mais nova de Leonor e Alexandre. Tinha dezassete anos quando o pai morreu na África do Sul. Na escola, nunca reprovou, mas sentia que os currículos escolares não se adaptavam ao futuro que pretendia e isso fez com que se desinteressasse das aulas. Com uma grande vertente artística e de fundo generoso, acredita que a beleza da vida advém das coisas simples. Tudo isto choca com o meio mais materialista em que cresceu, no entanto Júlia canalizará a energia do seu modo de vida para a criação de um projecto musical na fundação “Amor de Sofia”. Pretende com isto ensinar as crianças deste lar de acolhimento a viver através da música, trazendo ao de cima o melhor de cada um.
CARACTERÍSTICAS: Com um grande talento para a música e após um lançamento falhado do primeiro disco, sonha em ter uma carreira como cantora. De espírito forte, é muito determinada e dada a ideias muito arreigadas. Tem espírito de aventura, defende as suas ideias com garra e é algo rebelde.
PROFISSÃO: Quando terminou os estudos no conservatório de Amesterdão, um dos melhores do mundo, Júlia quis tirar um ano sabático para andar pelo mundo. Enquanto não ganha coragem para relançar a sua carreira como artista pop, canta no piano bar num dos resorts da família e irá dar aulas de música aos miúdos que vivem da casa de acolhimento.
LIGAÇÕES: A sua relação com Leonor é bastante próxima, o que não invalida que entrem em confronto em relação ao seu futuro: se Júlia tem a certeza que o seu caminho é a música, Leonor prefere que a filha tenha um trabalho mais convencional e faça da música apenas um hobbie. Adora a sobrinha Catarina e é a grande defensora e confidente desta, mas tem uma relação muito difícil e conturbada com Zé. Júlia nunca gostou de Zé, nunca conseguiu confiar nele e parece ser a única que percebe que o que ele sente por Luísa não é amor, mas sim obsessão e posse.
OBJETIVOS: Proteger a sobrinha Catarina e ter uma carreira na música.

CATARINA MARREIROS – Matilde Serrão
QUEM FOI: Catarina cresceu numa família que a tentou criar, num ambiente mais feliz e saudável possível. Isto especialmente após a morte repentina e violenta do seu avô Alexandre.
CARACTERÍSTICAS: Simpática, sossegada, boa aluna e aplicada. Da mãe herdou o sentido de justiça e a bondade e, do pai, a força e a resiliência.
PROFISSÃO: Estudante, frequenta o 5º ano.
LIGAÇÕES: Tem uma relação muito próxima com Luísa e Zé. Dá-se também muito bem com a avó Leonor e com Júlia mas, com Tomás, a relação é distante. O seu melhor amigo é Vicente, que visita muitas vezes na casa de acolhimento.
OBJETIVOS: Continuar a ser boa aluna, manter a sua amizade com Vicente e adaptar-se à nova realidade quando uma grande revelação vier ao de cima.

ZÉ MASCARENHAS – Marco Delgado
QUEM FOI: Zé nasceu e cresceu em Albufeira. Era filho do motorista da família Marreiros e da empregada doméstica dos Galvão. Depois da morte destes num trágico acidente de automóvel, Alexandre decide assumir “apadrinhar” Zé e passa a tratá-lo quase como um filho. Secretamente apaixonado por Luísa desde que são crianças, foi ultrapassado na conquista do amor dela por Miguel, seu amigo de infância. Zé nunca chegou a declarar a sua paixão por Luísa, mantendo uma inveja secreta em relação a Miguel. Para além do amor obsessivo por Luísa, Zé também sempre desejou ser rico. No início da trama, Zé trabalha no casino do resort de Albufeira do grupo Marreiros e tudo faz para bajular e agradar Alexandre, que depressa cede às suas aparentes qualidades. Mas cansado de andar a lamber botas a Alexandre e por acreditar que nunca ninguém enriqueceu à custa de trabalho duro, Zé ambiciona mais. Trabalhador abnegado e colaborador aparentemente fiel, Zé correspondia ao que Alexandre queria ter num filho. Rapidamente adoptou-o como seu homem de confiança, tratando-o como afilhado.
CARACTERÍSTICAS: Metódico, dissimulado, invejoso, ambicioso e frio, Zé tem ainda algo de sociopata que consegue esconder de todos. Sempre ambicionou ser tão rico como as famílias Marreiros e Galvão e alcançar o status social destes. Obcecado por Luísa, vê as suas inseguranças emergirem quando Miguel é libertado. Fará tudo para afastar Miguel de Luísa, mas acabará por perder o controlo da sua vida e extremar ainda mais o seu potencial para fazer mal aos outros.
PROFISSÃO: É dono de clubes de golf no Algarve e, mais tarde, na África do Sul. Acumula negócios ilícitos, explorando uma rede de jogo ilegal que leva a cabo numa abandonada adega que pertencia ao seu avô. Agiota, leva muitos dos jogadores ao endividamento cujas dívidas cobra a peso de ouro. É aqui que este sociopata descarrega grande parte das suas frustrações.
LIGAÇÕES: Dá-se bem com a sogra Leonor e com o cunhado Tomás, seu parceiro e sócio nos negócios ilegais. É completamente obcecado por Luísa, e sabe que esta nunca olhou para ele da mesma maneira como olhava para Miguel. Apesar de tudo, mantêm a fachada de pai e marido perfeito perante toda a família.
OBJETIVO: Quer manter Luísa e Catarina presas a si, enriquecer cada vez mais, por meios lícitos e ilícitos e assegurar que ninguém descobre que foi ele o verdadeiro assassino de Alexandre.

MARIA PAULA MARTINS GUERREIRO – Rita Blanco
QUEM FOI: Viúva, perdeu o marido Horácio, vítima de doença prolongada, três anos antes do início da história. A relação dos dois foi sempre infeliz. Horácio era um homem ciumento e controlador, o que levou Maria Paula a ter um amor fora do seu casamento. Até hoje, Maria Paula guarda esse segredo: foi amante de João Galvão durante catorze anos e este, sim, foi e é ainda o seu verdadeiro amor. Maria Paula e João estiveram mesmo para se separar dos respectivos cônjuges para ficarem juntos mas, depois do desaparecimento de Sofia, João não teve coragem de deixar a mulher e terminou tudo com Maria Paula. Muitos anos depois, aquando da prisão de Miguel, Maria Paula reatou a sua relação com João. Com a prisão deste e os graves problemas em que a empresa está mergulhada, parece que o negócio está condenado à falência, mas Maria Paula consegue fazê-lo sobreviver com o apoio financeiro de João. Sofre muito com a prisão de Miguel, mas faz tudo para o ajudar.
CARACTERÍSTICAS: É uma mulher de valores, batalhadora. Uma mãe coragem, que dá tudo o que tem pelos filhos. De personalidade complexa, o seu amor pelos animais e a incompreensão perante o comportamento das pessoas que os abandonam e maltratam fez com que recolhesse cães abandonados que trata carinhosamente.
PROFISSÃO: Dona de vários hectares de pomares de laranjas e de uma empresa de produção de citrinos.
LIGAÇÕES: Tem uma adoração pelos dois filhos e faz tudo para os proteger. É apaixonada por João, de quem se volta a aproximar após a prisão de Miguel. Muito amiga de Bárbara, que conhece desde a juventude e que foi ama de Miguel e Filipe na infância destes.
OBJETIVOS: Assumir o amor com João, ajudar os filhos a encontrarem o seu caminho e, em especial, ajudar a que Miguel seja inocentado.

MIGUEL GUERREIRO – Albano Jerónimo
QUEM FOI: Irmão de Filipe e filho de Maria Paula e do falecido Horácio, que morreu vítima de doença prolongada. Desde pequeno que, paralelamente com os estudos, Miguel ajudava os pais no pomar de laranjeiras e na empresa de produção de citrinos. Esta ligação à terra, unida ao desejo de Maria Paula e Horácio de que ele tivesse um curso superior, fizeram com que Miguel se formasse em Agronomia. Ainda adolescente conquistou o coração de Luísa, a mulher da sua vida que não mais largou desde então. O amor de Miguel e Luísa sempre foi inabalável e, apesar da forte oposição da família dela, namoraram e viveram uma vida de sonho. Até às férias trágicas na África do Sul a que Miguel nem sequer era para ter ido, mas foi… Nesse dia fatídico Miguel, ao descobrir uma terrível chantagem de Alexandre para com a sua mãe Maria Paula, discute com o futuro sogro, que acaba por cair duma varanda e morrer.
CARACTERÍSTICAS: Forte, honesto, envolvente, carismático e aventureiro. Se em jovem, era uma pessoa auto-confiante e de convicções fortes, depois de acusado de matar o sogro, passa por um doloroso processo pessoal. Com os anos de prisão, acaba por sentir que merece uma nova oportunidade para ser feliz. No entanto, há ainda uma ferida aberta: Luísa que Miguel nunca esqueceu.
PROFISSÃO: Formado em Agronomia, porém não exerce. Acabará por investir num projecto seu de turismo de aventura e no seu sonho de ter um eco resort.
LIGAÇÕES: É muito próximo de Filipe, seu irmão, e de Maria Paula, sua mãe. Apesar de magoado com Luísa por não ter acreditado na sua inocência, ama-a profundamente. Sempre amou, mesmo quando estavam longe um do outro.
OBJETIVOS: Recuperar o amor de Luísa e construir no Algarve o negócio que sempre sonhou, um eco resort de sucesso que se enquadre no seu espírito livre.

FILIPE GUERREIRO – Miguel Nunes
QUEM FOI: Filipe é o filho mais novo de Maria Paula e do falecido Horácio. Desde pequeno que as injustiças o tiram do sério. Na escola e mais tarde na faculdade sempre defendeu os mais fracos e oprimidos. Excelente aluno, seguiu Direito por acreditar na Justiça e fez o curso na Universidade de Coimbra com uma média alta, tendo depois trabalhado durante alguns anos num conceituado escritório em Lisboa. É um advogado de causas e, apesar de ter trabalhado num dos melhores escritórios de advocacia de Lisboa, decide voltar ao Algarve para trabalhar por conta própria e ajudar os mais desfavorecidos. Sempre foi muito apegado a Miguel e nunca duvidou da sua inocência. Durante os anos em que o irmão esteve preso, juntou dinheiro e visitou-o sempre que pôde e tudo fará para ajudá-lo a repor a verdade.
CARACTERÍSTICAS: É uma pessoa com um enorme sentido de justiça. Bondoso, sempre disposto a defender as causas e as pessoas em que acredita. Tem, porém, o contra de ser muito teimoso e de às vezes não ter a maleabilidade necessária para perceber os outros pontos de vista. Isto, de certa forma, vem-lhe da revolta de ter visto o irmão a ser preso de modo que ele considera injusto.
PROFISSÃO: Advogado, dá preferência a clientes desfavorecidos.
LIGAÇÕES: Terá um relacionamento com Teresa. É muito próximo de Miguel e de Maria Paula.
OBJETIVOS: Inocentar Miguel.

HELENA SEQUEIRA – Joana Solnado
QUEM FOI: Filha de emigrantes portugueses, nasceu na Cidade do Cabo, África do Sul. Cresceu com o pai e a avó paterna. Nunca conheceu a mãe pois esta morreu vítima de complicações no parto. O pai de Helena, por ter ficado viúvo muito cedo e por esta ser a sua única filha, sempre a protegeu bastante. Helena passou uma fase de rebeldia que começou na adolescência e se estendeu até à idade adulta. Quando acabou o liceu, não quis estudar mais. Começou a trabalhar, aceitando qualquer oportunidade que lhe fosse dada. Durante algum tempo saltou de trabalho em trabalho e de relação destrutiva em relação destrutiva, até que conheceu Nuno e com ele acabou viciada no jogo. Mas após a morte de seu pai, Helena termina a relação com Nuno, ganha forças para deixar o vício do jogo e dedica a sua vida a cuidar da única família que lhe resta: a sua avó. Quando conhece Miguel, a forma de trato carinhosa e com respeito deste para com ela, fá-la apaixonar-se quando menos espera.
CARACTERÍSTICAS: Grande antagonista nesta trama, Helena, para além de ser uma mulher bonita tem uma personalidade forte, determinada e destemida.
PROFISSÃO: Acabou o liceu mas não chegou a tirar nenhum curso superior, começando logo a trabalhar. Teve vários trabalhos não qualificados. Actualmente, é funcionária num parque de vida selvagem na África do Sul.
LIGAÇÕES: Perdidamente apaixonada por Miguel, terá em Luísa a sua maior inimiga, pelo que estará disposta a tudo para manter Luísa longe de Miguel. Terá uma relação intensa com Zé.
OBJETIVOS: Conquistar Miguel e fazê-lo esquecer Luísa.

ISABEL GALVÃO – Maria João Abreu
QUEM FOI: Filha de um dos homens mais ricos do Algarve, tanto Isabel como os irmãos Alexandre e Duarte sempre tiveram uma vida de sonho. Bonita e rica, sempre teve muitos pretendentes, mas foi por João Galvão que se apaixonou à primeira vista, acabando por casar muito nova. Isabel e João viveram um casamento aparentemente feliz durante catorze anos, até que Isabel descobriu que tudo não passava de uma mentira. João foi-lhe infiel com Maria Paula, durante todo o tempo em que estiveram casados. Isabel toma a decisão de separar-se mas, no dia em que decide expulsá-lo de casa, a filha Sofia, com apenas seis anos, desaparece. Manteve-se casada, João acabou a relação adúltera que mantinha mas Isabel vive infeliz até hoje. Nunca conseguiu ultrapassar o desaparecimento de Sofia. A decisão do filho Afonso de se afastar da família e ir para um colégio no estrangeiro aos 16 anos também a abalou muito.
CARACTERÍSTICAS: Isabel é uma mulher deprimida, triste, sofrida, que há muito tempo perdeu a vontade de viver. Já se tentou suicidar duas vezes e, em ambas, foi salva pelo irmão Alexandre, o seu grande pilar. Apesar de frágil, nos momentos bons é uma mãe extremamente protectora e tenta, por tudo, ter as filhas Bé e Teresa o mais próximo possível de si. Dos quatro filhos, o seu preferido é Afonso e guarda uma grande mágoa por ele ter cortado laços com a família.
PROFISSÃO: É Presidente da fundação “Amor de Sofia”, que financia vários projectos de solidariedade e que criou um lar de acolhimento onde vivem vários jovens.
LIGAÇÕES: Tem uma relação muito próxima com Teresa, que muitas vezes acaba a fazer o papel de mãe. A relação com Bé é bastante conflituosa, em parte por a filha ter uma personalidade mais brusca e forte como o pai João, e não saber lidar com a fragilidade de Isabel. Isabel tem uma relação especial com Afonso, por sentir que este está completamente perdido na vida e não o conseguir proteger disso. Com o marido João a relação é distante e pouco afectuosa. Falha a comunicação e algum respeito. No entanto, no seu íntimo, acredita que por detrás daquele homem fechado ainda existe o João por quem se apaixonou. É essa esperança e a vontade de manter a família unida que a mantêm casada.
OBJETIVOS: Encontrar Sofia para recomeçar a viver e voltar a ter a família unida e feliz.

JOÃO GALVÃO – António Capelo
QUEM FOI: Filho de um construtor abastado, casou novo com Isabel, mais por interesse que por amor. Isabel era bonita, rica e oriunda de uma das famílias mais tradicionais do Algarve, o que lhe dava status. O seu verdadeiro amor sempre foi Maria Paula, sua amante durante anos. A relação dos dois acabou no dia em que a filha mais nova de João, Sofia, desapareceu. Depois desta tragédia, João perdeu a coragem de se separar e manteve-se casado com Isabel.
CARACTERÍSTICAS: Frio, sem escrúpulos, infiel e egoísta, tudo faz para manter o casamento e o status. Depois de perder Maria Paula e da sua filha mais nova desaparecer, passou a refugiar-se na bebida, especialmente em eventos familiares. Quando o faz em excesso, é inconveniente e desagradável, especialmente com Isabel. Na actualidade, retomou a relação extraconjugal que mantinha com Maria Paula.
PROFISSÃO: Dono de uma empresa de transformação de ouro na África do Sul; joalharias e de várias joalharias.
LIGAÇÕES: Apaixonado por Maria Paula, vive um casamento de fachada com Isabel onde não é, nem a faz a ela, feliz. Dá-se muito mal com o seu filho Afonso. Tem uma boa relação com Teresa mas, claramente, a filha preferida é Bé, com quem é muito carinhoso.
OBJETIVOS: Manter a imagem de homem sério e íntegro, de família e manter em segredo a relação com Maria Paula.

AFONSO GALVÃO – José Mata
QUEM FOI: Passou a infância e parte da adolescência no Algarve, onde era um dos melhores amigos de Miguel e Zé. Foi sempre um miúdo bem-disposto e tranquilo, até ao dia em que a sua irmã mais nova desapareceu. O mau relacionamento com o pai fez com que desistisse de ir estudar para os Estados Unidos. Aí, transformou-se rapidamente numa pessoa revoltada e inadaptada. Começou a consumir álcool e drogas em excesso, vivendo somente de relações fugazes e superficiais.
CARACTERÍSTICAS: Vive uma vida assente em álcool, drogas, noitadas e relações fugazes. É arrogante e conflituoso quando está com os pais e os irmãos, o que serve apenas para mascarar o grande sofrimento e revolta em que vive.
PROFISSÃO: Não trabalha, vivendo somente do dinheiro que o pai lhe envia todos os meses para os Estados Unidos.
LIGAÇÕES: Vive em Miami e, por isso e por não saber lidar com a família, a sua relação com eles é fria e distante. Nos raros momentos em que estão juntos, está constantemente em conflito com o pai e Bé, mas tem um carinho genuíno pela mãe.
OBJETIVOS: Libertar-se do peso que tem de ser a última pessoa da família a ter visto Sofia antes do seu desaparecimento.

ISABEL GALVÃO – BÉ – Bárbara Lourenço
QUEM FOI: Tinha 11 anos quando a sua irmã Sofia desapareceu e, apesar de ser ainda muito jovem, a sua maturidade e forte estrutura mental fizeram com que fosse o elemento da família que melhor lidou com a tragédia. Era muito próxima de Afonso, mas a ida dele para os Estados Unidos e o desprendimento em relação à família fizeram com que o seu amor se transformasse em incompreensão e intolerância. Sempre foi uma excelente aluna, distinguindo-se dos restantes colegas. Formou-se com distinção em Design e assumiu o cargo de designer principal no negócio de jóias da família.
CARACTERÍSTICAS: Mimada, teimosa, determinada e extremamente competitiva, procura ser perfeita em tudo o que faz. Herdou o nome da mãe e traços de personalidade do pai. O facto de ter visto a mãe fechar-se depois do desaparecimento da irmã tornou-a algo fria e desconfiada, pois receia que quem se aproxima possa, tal como a mãe, vir a negligenciá-la. Vive para si e para o trabalho. Adia o casamento e a maternidade porque acha que não tem tempo, nem espírito de sacrifício para dar atenção a um homem e uma criança. Põe-se a si própria em primeiro lugar na maior parte das vezes, o que faz com que as outras pessoas a vejam como alguém egoísta e narcisista. Na verdade, esta atitude serve para disfarçar a sua insegurança, que só será atenuada quando encontrar alguém que se apaixone verdadeiramente por si.
PROFISSÃO: Licenciada em Design, é designer de jóias através da ligação que mantém com o negócio de extracção de metais preciosos de seu pai na África do Sul.
LIGAÇÕES: Tem uma relação de verdadeira adoração pelo pai, que defende sempre que o sente a ser atacado. De todos os elementos da família, é aquele com quem se identifica mais. Com a mãe tem uma relação bastante conflituosa, em parte por Bé ter uma personalidade mais brusca e forte, e não saber lidar com a fragilidade de Isabel. Acha que a mãe devia ultrapassar o desgosto e seguir em frente. A boa relação que tem com Teresa contrasta com a frieza, distância e crítica constantes com que lida com Afonso.
OBJETIVOS: Ser uma designer de jóias reconhecida nacional e internacionalmente. Conseguir ultrapassar o medo em relação as relações amorosas e á maternidade.

TERESA GALVÃO – Cláudia Vieira
QUEM FOI: Irmã mais velha de Afonso e Bé. Tinha 15 anos quando Sofia desapareceu e, como sempre foi muito sensível, sofreu bastante com o que aconteceu. Para além disso, com essa tragédia, perdeu também a mãe atenciosa e carinhosa que conhecia e sente que teve de acabar de crescer sozinha. Muito estudiosa e aplicada, dedicou-se com afinco nos seus estudos em Psicologia, de modo a tornar-se psicóloga clínica. O seu grande desejo sempre foi o de ajudar os outros. A ideia da sua mãe de fundar uma casa de acolhimento para crianças em risco fê-la substituir a carreira em que tinha pensado pela direcção do lar.
CARACTERÍSTICAS: Muito altruísta, tende a esquecer-se um pouco de si, pondo sempre os outros em primeiro lugar. Isto sente-se com particular intensidade na forma como encara o seu trabalho na casa de acolhimento: os miúdos são sempre a sua prioridade. Meiga, atenciosa, fiel, por vezes tende a ser algo permissiva, mas torna-se dura e capaz de mover mundos e fundos quando se trata de defender os seus. Por isso e porque também não cede no que considera justo, a sua autoridade é respeitada pelos miúdos da casa de acolhimento. Tem muito amor para dar, mas depois de uma relação falhada no passado, está no presente completamente preenchida pelo afecto que tem pelos miúdos e não procura uma relação, ainda que, intimamente, às vezes se sinta só.
PROFISSÃO: Licenciada em psicologia e especializada em psicologia clínica, trabalha como directora de uma casa de acolhimento.
LIGAÇÕES: Tem uma ligação próxima com a sua prima Luísa, de quem sempre foi a principal confidente e conselheira emocional. É a pessoa que mais facilmente compreende o conflito emocional de Luísa em relação a Miguel. Com a mãe, tem uma relação, afectuosa e maternal. Sente que é sua responsabilidade mimar e proteger Isabel o que faz com que, por vezes, seja ela a assumir o papel de mãe. O primeiro grande confronto com Isabel, surge quando vem ao de cima que João, o seu pai, teve uma relação extraconjugal. Uma vez que Teresa se mostra sempre tão correcta com todos que a rodeiam, tem um escape, que os restantes desconhecem, onde descarrega todas as suas frustrações. Viverá um amor que lhe traz um grande conflito interno.
OBJETIVOS: Ter de volta a mãe feliz e atenciosa que conhecia; assegurar um futuro feliz para os miúdos que acolhe, bem como todas as pessoas de que gosta, negligenciando as suas próprias necessidades. Porém, vai finalmente perceber que também quer viver apaixonada.

ANA RITA SOBRAL – Joana Ribeiro
QUEM FOI: Ana Rita, oriunda do Algarve, cresceu com os pais adoptivos, perto de Sevilha. Quando a sua “mãe”, vítima de um cancro terminal, morre, Ana Rita decide regressar ao Algarve, começando a trabalhar numa clínica de reabilitação onde conhece Afonso.
CARACTERÍSTICAS: Mulher carinhosa, dócil e tímida, esforça-se o mais possível por passar despercebida. Metódica, focada e muito organizada, era muito elogiada pelos professores e, actualmente, em todos os empregos por onde passa. Na verdade, Ana Rita é uma pessoa profundamente solitária e carente.
LIGAÇÕES: Sempre viveu sufocada pela mãe, pelo que nunca teve muitos amigos nem tão pouco namorados. No lar será uma profissional dedicada e empenhada, e isso fará com que tenha uma boa relação com Bárbara, Teresa e os miúdos.
PROFISSÃO: Em Espanha, trabalhava como funcionária de caixa num hipermercado. Irá, mais tarde, trabalhar para o lar de acolhimento como auxiliar de educação.
OBJETIVOS: Ser verdadeiramente amada e sentir que pertence a uma família.

TIAGO LOPES – Frederico Barata
QUEM FOI: Os problemas na vida de Tiago começaram a surgir quando a mãe, dois anos depois de ficar viúva, decide casar com um homem alcoólico e violento que nunca aceitou Tiago como filho. Durante toda a sua infância e adolescência, Tiago sofreu maus-tratos por parte do padrasto e aos dezasseis anos decide fugir, deixando a mãe e a irmã mais nova, para trás. Fugiu para o Ribatejo onde começou a trabalhar.
CARACTERÍSTICAS: Bonito, atlético e sedutor, é um autêntico modelo de capa de revista. Confiante e duro, não tem papas na língua. Tem dificuldade em cumprir regras e seguir ordens, principalmente de pessoas do sexo oposto.
PROFISSÃO: Tratador de cavalos na herdade da família Galvão.
LIGAÇÕES: Trabalha na herdade. Viverá um triângulo
OBJETIVOS: Fazer as pazes com o passado.

DUARTE MARREIROS – João Reis
QUEM FOI: Filho de um dos homens mais ricos do Algarve, irmão de Alexandre e Isabel. Era médico-cirurgião cardiovascular, mas desistiu da carreira por esta ser demasiado exigente e stressante. Abriu um restaurante italiano alicerçado em produtos biológicos no Algarve, optando por uma vida mais simples e calma. Há três anos conheceu Diana numa festa, apaixonou-se e, de há dois anos para cá, vive em Albufeira com ela e com o enteado Manel.
CARACTERÍSTICAS: Boa pessoa, humilde, calmo, altruísta e paciente. Maduro e psicologicamente forte e estruturado, é difícil tirarem-no do sério. No entanto, quando isso acontece, ninguém o agarra. Apesar de ter nascido numa família rica, é o menos apegado a dinheiro e a luxos. Prefere uma vida simples que o faça feliz.
PROFISSÃO: Ex-cirurgião, dono de um restaurante italiano de comida saudável e médico local.
LIGAÇÕES: Vive com Diana e trata o filho desta, Manel, como se fosse seu filho também. É meigo e paciente com Isabel, que adora.
OBJETIVOS: Manter um estilo de vida calmo e simples. Tentar mudar a mentalidade dos mais cépticos e mostrar-lhes que a comida saudável é mais benéfica para a saúde e igualmente saborosa. Ajudar a irmã a lidar e ultrapassar a dor de ter perdido Sofia.

DIANA BASTOS – Oceana Basílio
QUEM FOI: Nasceu na Madeira, em Curral das Freiras. Vivia com os pais com muitas dificuldades. Aos 16 anos, depois de um caso com o professor de educação física, engravidou e dado que o professor não quis assumir a criança e que os pais de Diana tinham vergonha da filha grávida, enviaram-na para Lisboa para viver com familiares. Passou por várias dificuldades mas com bastantes sacrifícios, criou o filho Manel. Conheceu Duarte há dois anos, juntos construíram uma vida em conjunto e ela vive apaixonada, com o filho e o namorado. No entanto, a harmonia familiar sofrerá um forte embalo, quando o passado de Diana vier à tona.
CARACTERÍSTICAS: Carinhosa, doce e muito disponível para a família e os amigos. Ao mesmo tempo, é corajosa, forte, determinada e põe sempre o filho em primeiro lugar, estando disposta a fazer os maiores sacrifícios para o proteger. Para além de bonita e extremamente sensual, o que faz com que as atenções dos homens tendam a centrar-se em si.
PROFISSÃO: Funcionária de um restaurante italiano de comida biológica.
LIGAÇÕES: Vive com Duarte, que ama profundamente e com quem tem uma grande cumplicidade. Tem uma relação muito próxima com o filho Manel e faz tudo para o proteger. A relação com Isabel, João, Afonso e Bé é cordial, sendo mais próxima de Teresa. É muito amiga de Mónica.
OBJETIVOS: Manter o passado em segredo, fazendo os possíveis para o esconder de Duarte e Manel.

MANEL BASTOS – Lourenço Mimoso
QUEM FOI: Desde que nasceu que sempre viveu só com a mãe. Quando esta conheceu Duarte e decidiram viver juntos em Albufeira, Manel aceitou bem a mudança e nunca se opôs à relação. A mãe nunca lhe escondeu que o pai, quando soube que ela estava grávida, a abandonou e nunca mais deu notícias. Essa é a principal razão para Manel nunca ter feito perguntas ou sentido curiosidade de o conhecer.
CARACTERÍSTICAS: Bonito, bem-disposto, simpático e sociável. Atlético (pratica bodyboard), inteligente e bom aluno, o seu maior sonho é ser médico. É muito próximo e cúmplice da mãe e, por terem vivido sozinhos até há dois anos, continua a sentir que deve protegê-la.
PROFISSÃO: Estudante, frequenta o 11º ano na área de Ciências.
LIGAÇÕES: É muito próximo e cúmplice da mãe, com quem tem uma excelente relação. Dá-se muito bem com Duarte, que vê mais como amigo mais velho e não tanto como padrasto. É o melhor amigo de Guilhas.
OBJETIVOS: Perdoar a mãe por esta lhe ter mentido sobre o seu passado e reconciliar-se com ela; conseguir entrar em Medicina e tornar-se médico.

BÁRBARA OLIVEIRA – Rosa Do Canto
QUEM FOI: Nasceu no Algarve, onde sempre viveu. Casou muito cedo com o único homem de quem gostou e dele teve duas filhas, São e Alice. Enviuvou nova e nunca mais refez a vida com ninguém. Foi ama de Miguel e Filipe quando estes eram crianças e, depois, trabalhou como cozinheira num infantário. No entanto, quando a direcção da instituição decidiu fazer cortes no pessoal, foi despedida. Meses mais tarde encontrou trabalho no lar de acolhimento da fundação “Amor de Sofia”, onde se mantém até hoje.
CARACTERÍSTICAS: Doce, meiga e dedicada, é vista pelos jovens do lar como uma avó adoptiva. Apesar disso, não se coíbe de os repreender e de os pôr de castigo quando estes fazem asneiras. Forte e corajosa, passará momentos de sofrimento e grande fragilidade quando descobrir que está doente. O apoio das filhas, de Maria Paula, de Miguel, Filipe e, sobretudo, dos jovens do lar será fundamental para conseguir adaptar-se à nova situação e viver com ela.
PROFISSÃO: Auxiliar e cozinheira no lar de acolhimento.
LIGAÇÕES: Tem uma boa relação com o genro Jacinto e com a filha São. Reconhece que a filha não tem talento para cantar mas, como sabe que é o grande sonho dela, não tem coragem para a confrontar com a realidade. Apesar da distância, faz questão de se manter próxima de Alice, a quem liga amiúde e visita sempre que pode. Desde a juventude que é a melhor amiga de Maria Paula, tendo sido ama de Miguel e Filipe quando estes eram crianças. É a avó adoptiva dos jovens do lar de acolhimento, de quem cuida carinhosamente e aconselha sempre que necessitam. Quando ficar doente, será a vez de os miúdos cuidarem dela, recebendo de volta todo o amor que sempre deu.
OBJETIVOS: Acompanhar e cuidar dos jovens do lar de acolhimento; ajudar as filhas; ultrapassar a doença de que será vítima.

CONCEIÇÃO OLIVEIRA GOMES – SÃO – Débora Monteiro
QUEM FOI: Nasceu e cresceu no Algarve. Estudou até ao 12º ano, mas foi uma aluna medíocre. Sempre esteve mais preocupada em ser a líder do seu grupo e a rapariga mais popular da escola e, por isso, os estudos ficaram para segundo plano. Teve vários namorados e só quando conheceu Jacinto é que assentou. Gostava da atenção que ele lhe dava e de sentir que era o centro do seu mundo. Isso era o mais perto que conseguia estar de ser uma estrela e, por isso, aceitou casar com ele. No entanto, com o passar dos anos, a relação arrefeceu. Continuou a sentir-se amada, mas a atenção que Jacinto lhe dava deixou de ser suficiente para alimentar o seu ego e desejo de ser uma estrela internacional. Tornou-se amante de Vasco não só porque se sentia atraída por ele, mas também porque precisava de aventura e perigo na sua vida, ingredientes que, para ela, não hão-de faltar na vida de uma estrela.
CARACTERÍSTICAS: Deslumbrada, destravada, caótica e ambiciosa, o seu maior sonho é ser uma cantora famosa e tudo fará para o alcançar. No entanto, vive iludida, pois o seu talento para a música é nulo. Na sala de estar tem um altar dedicado a Beyoncé, o seu maior ídolo. Inveja Júlia e, mais tarde, invejará Diana, por achar que elas lhe roubaram o lugar que devia ser seu no bar do resort. Infiel e dissimulada, consegue esconder muito bem do marido a relação adúltera que tem com Vasco.
PROFISSÃO: Recepcionista no resort da família Marreiros.
LIGAÇÕES: É casada com Jacinto e aproveita-se da sua ingenuidade para o trair com Vasco. Tem uma boa relação com a mãe, que acha que é a sua maior fã. Por isso, está constantemente a presenteá-la com “concertos” e a pedir- lhe opinião sobre as letras das músicas que vai escrevendo. Dá-se muito bem com a irmã Alice, de quem é a melhor amiga e confidente. Tem uma relação conflituosa com Júlia por inveja.
OBJETIVOS: Ser uma cantora famosa e gravar um disco e assumir ela o lugar de cantora. Manter em segredo a relação adúltera com Vasco.

JACINTO GOMES – JAY C – Rui Melo
QUEM FOI: Nasceu e cresceu no Algarve, de onde nunca saiu. Deixou a escola muito cedo e, apesar de não ser inteligente, tem muito jeito para bricolage e para as reparações domésticas. Graças a isso conseguiu, com facilidade, trabalho como “faz tudo” da família Marreiros. Conheceu São quando esta começou a trabalhar no resort e rapidamente se apaixonou por ela. Ao contrário dele, São não caiu logo de amores e Jacinto teve de lutar para a conquistar.
CARACTERÍSTICAS: Ingénuo, confia cegamente em São e, durante muito tempo, nunca desconfiará que é traído por ela. É um homem conformado, pouco ambicioso e que não pede mais que comida na mesa, cerveja no frigorífico e vitórias do seu glorioso. Afectuoso e bondoso, o seu maior desejo é ter um filho com São. No entanto, e apesar dos seus esforços para a convencer de que esse é o caminho natural para um casal, terá dificuldade em ser bem-sucedido.
PROFISSÃO: “Faz tudo” no resort e na casa da família Marreiros.
LIGAÇÕES: Casado há seis anos com São, com quem é feliz. Tem uma relação muito próxima e afectuosa com Bárbara, que vê como uma mãe. É muito cordial e respeitador com a família Marreiros. É o melhor amigo de Lou, mas a amizade será abalada quando descobrir que o irmão deste foi, durante anos, amante de São.
OBJETIVOS: Manter o emprego e uma vida simples e tranquila. Convencer São a terem um filho. Quando descobrir que é traído, irá tentar perdoar a mulher e manter o casamento. Depois de perder as poupanças que tinha e ver São sair de casa, tudo fará para a reconquistar.

ALICE OLIVEIRA DIAS – Maria João Pinho
QUEM FOI: Nasceu no Algarve, onde viveu até se mudar para Lisboa. Sempre foi boa aluna e estudiosa, o que fez com que nunca reprovasse. Licenciou-se em turismo e, depois de estagiar no resort da família Marreiros, Luísa ofereceu-lhe o lugar de directora na agência de viagens em Lisboa. Pouco tempo depois da mudança, conheceuGil através de amigos comuns. A empatia entre ambos foiimediata e começaram a sair juntos. Alice apaixonou-se pelo espírito criativo, desprendido e aventureiro de Gil, que achava que podia conquistar o mundo. Casaram algum tempo mais tarde, mas ainda não tiveram filhos.
CARACTERÍSTICAS: Profissional dedicada e empenhada, é o exemplo a seguir por todos os funcionários na empresa de aluguer de barcos e passeios turísticos. É muito afectuosa, carinhosa e disponível, sobretudo com Bárbara, por sentir que, de certa forma, ao mudar-se para Lisboa deixou a mãe para trás. Um dos seus maiores desejos é ter filhos. Sente que está preparada para isso e que será uma boa mãe, mas o desgaste do casamento com Gil e as dificuldades financeiras tem-na feito adiar o sonho. Pró-activa e desembaraçada, decide arrendar o quarto que têm livre para conseguir equilibrar as contas.
PROFISSÃO: Directora da agência de viagens.
LIGAÇÕES: Casada com Gil, apesar de a relação ao longo do tempo se ter tornado monótona e uma fonte de conflitos. O homem radical e despreocupado por quem se apaixonou transformou-se num “calão” que só lhe ocupa a casa e não faz nada. Tem uma forte ligação com Bárbara, sentindo-se bem e aconchegada sempre que esta decide vir visitá-la a Lisboa. Para além de irmã de São, é também a sua melhor amiga e confidente, sobretudo em relação aos problemas nos casamentos de ambas. É superior hierárquica de Augusto e Jéssica, mas tem com eles uma relação de amizade, proximidade e grande entendimento.
OBJETIVOS: Ter coragem para se divorciar. Ajudar a mãe a lidar com a doença que a vai afectar.

GIL DIAS – Dinarte Branco
QUEM FOI: Nasceu num subúrbio de Lisboa, onde viveu até entrar na faculdade. Depois de terminar o 12º ano, convenceu os pais a darem-lhe dinheiro e passou o Verão a fazer um interrail pela Europa, onde conheceu dezenas de pessoas e apurou o seu espírito aventureiro, livre e sonhador. Quando entrou na faculdade mudou-se para a capital, de onde não saiu maus. Indeciso e constantemente insatisfeito, frequentou três cursos superiores, não tendo chegado a concluir nenhum deles. Conheceu Alice pouco tempo depois de ela ter chegado do Algarve e depressa se apaixonou, amor esse que se mantém até hoje.
CARACTERÍSTICAS: Sonhador, espírito livre e criativo, nunca acaba nada do que começa. Acredita convictamente que está um passo à frente da sociedade e que, um dia, será um dos seus projectos/invenções que mudará o mundo. O seu carácter radical, despreocupado e ainda adolescente que apaixonou Alice tornou-se agora incompreensível e inaceitável para ela. Gil tem sempre um pedaço de sabedoria para dar à família, uma solução para todos os problemas, e coloca no mundo a culpa pelos azares que lhe acontecem. Se perder uma nota porque ela caiu no chão, a culpa é do Banco Central Europeu que já deveria ter decretado que só se usassem moedas. Isto leva muitas vezes ao desespero de Alice.
PROFISSÃO: Dono de casa, inventor e empreendedor.
LIGAÇÕES: Casado com Alice, por quem continua apaixonado como no primeiro dia. Gosta genuinamente de Bárbara e é muito afectuoso com ela, apesar das reprimendas que ela lhe dá por as suas criações que nunca o levarem a lado nenhum.
OBJETIVOS: Criar um projecto/invenção que mude não só a sua vida e a de Alice, como o próprio mundo. Manter o casamento com Alice.

JÉSSICA FERREIRA – Mafalda Jara
QUEM FOI: Desde os dezasseis anos que Jéssica viaja pelo mundo, tendo já percorrido perto de 100 países. É uma cidadã do mundo. Por estar sempre a viajar, nunca conseguiutirar um curso universitário, mas orgulha-se de tal facto nunca a ter impedido de conseguir trabalho. Para financiar as suas viagens, Jéssica sujeita-se a fazer o que quer que seja, incluindo lavar casas de banho em PhnomPenh. Agora, acabou de chegar a Lisboa de uma viagem de seis meses pela América Central, que percorreu de mota e vai tentar financiar a sua próxima grande viagem.
CARACTERÍSTICAS: É um furacão, com energia para dar e vender, que não consegue ficar muito tempo parada no mesmo sítio. Está sempre a planear a sua próxima viagem. Por ter viajado muito, tem sempre várias histórias para contar, algumas meio escabrosas, mas que contacom a maior das naturalidades, para choque de quem está com ela.
LIGAÇÕES: Vai ser colega de trabalho de Augusto, com quem vai desenvolver uma curiosa relação de amizade. É grande amiga de Júlia e de vez em quando visita-a no Algarve.
PROFISSÃO: Vendedora na Agência de Viagens
OBJETIVOS: Visitar todos os países do mundo.

AUGUSTO RIBEIRO – Manuel Cavaco
QUEM FOI: Nasceu em Lisboa, no seio de uma família republicana. A herança familiar, o forte sentido de justiça social e a sua oposição ao regime de Salazar levaram a que, ainda jovem, se tornasse militante do Partido Comunista Português. Apesar das actividades antifascistas, sempre conseguiu fugir ao controlo da PIDE e nunca foi detido. Trabalhou toda a vida como carteiro e foi durante a distribuição do correio que conheceu a mulher com quem, mais tarde, veio a casar e a ter um filho, Henrique. Enviuvou há alguns anos mas, apesar da grande dor, nunca se entregou ao desgosto.
CARACTERÍSTICAS: Bem-disposto e enérgico, depois da reforma decidiu não se fechar em casa ou no café com os amigos e procurou emprego, de maneira a continuar a sentir-se activo. É um pai atento, presente e que sempre apoiou Henrique nas suas decisões, incluindo a de se mudar para o Algarve. É um leitor ávido, mas recusa terminantemente recorrer aos livros electrónicos, não os considerando livros de verdade. É também infoexcluído pois, até agora, nunca sentiu necessidade de recorrer às novas tecnologias informáticas para estar em contacto com as pessoas. Com um forte sentido de justiça, tem um perfil reivindicativo e participa em várias manifestações pelas causas sociais em que acredita.
PROFISSÃO: Reformado e funcionário da agência de viagens.
LIGAÇÕES: Apesar da distância, continua a ter uma relação próxima e forte com Henrique. Na agência de viagens dar-se-á muito bem com Alice e Jéssica, criando com elas uma bonita relação de amizade e aprendizagem mútua. Será também muito amigo de Gil, que o diverte com o Será também muito amigo de Gil, que o diverte com o seu espírito sonhador e criativo.
OBJETIVOS: Não se acomodar ao estatuto de reformado e manter-se um cidadão activo. Conseguir adaptar-se às exigências do trabalho na agência de viagens e às novas tecnologias, às quais nunca teve de recorrer até agora.

HENRIQUE RIBEIRO – António Pedro Cerdeira
QUEM FOI: Henrique cresceu em Lisboa, filho de Augusto e da sua mulher Ana Clara. Jovem sossegado, bastante estudioso, Henrique começou por querer entrar em Medicina, mas não conseguiu média suficiente. Então, acabou por estudar medicina veterinária. Com o tempo, aprendeu a gostar e desistiu de mudar de curso. A morte da sua mulher fez com que se refugiasse cada vez mais no consultório. Cansado de viver em Lisboa e a precisar de um novo começo, Henrique acabou de aceitar uma proposta para trabalhar no Algarve, como veterinário no Porto d’Abrigo.
CARACTERÍSTICAS: Excelente profissional, extrovertido, romântico, carinhoso.
LIGAÇÕES: Filho de Augusto. Vai apaixonar-se por Mónica, com quem trabalha e com quem terá uma relação difícil,quer profissional, quer amorosa.
PROFISSÃO: Veterinário no Porto d’Abrigo.
OBJETIVOS: Conquistar Mónica.

MÓNICA MARQUES – Bárbara Norton de Matos
QUEM FOI: Filha única de um casal da classe média, sempre foi apaixonada por animais. Tentou entrar em medicina veterinária, mas só conseguiu colocação em enfermagem veterinária. Tirou o curso, começou a trabalhar desde muito nova no ZooMarine e neste momento, é directora Zoológica. Mulher atraente teve dois ou três relacionamentos sérios mas como tem tendência para escolher homens errados, não resultou. Mónica, na verdade, não procura relacionamentos sérios. A razão prende-se com o passado: Mónica que teve um cancro aos vinte e poucos anos e por isso não pode ter filhos. Desde então passou a defender-se e a acumular relações descomprometidas. Num desses engates conhece Henrique, que no dia seguinte descobre ser o seu novo veterinário.
CARACTERÍSTICAS: Atraente, desempoeirada, despachada, desinibida, bem-disposta, Mónica parece estar sempre feliz e à vontade em todas as situações. Porém, no íntimo, Mónica é uma pessoa solitária e este sentimento só se agrava com a aproximação dos 40 anos e o medo de envelhecer sozinha. Aí começa a pensar em constituir uma família.
PROFISSÃO: É directora Zoológica do Porto d’Abrigo, Centro de Reabilitação de Espécies Marinhas.
LIGAÇÕES: É muito amiga de Diana e também de Teresa, cuja casa de acolhimento para jovens visita regularmente. Adora estar no meio dos miúdos e acaba por nutrir um afecto especial por Vicente, um miúdo de doze anos que passou por um processo de adopção falhado e está de regresso ao lar. Mónica decide que tem de ser a família que Vicente não tem, dispondo-se a adoptá-lo. Mas o processo de adaptação será bastante difícil.
OBJETIVOS: Adoptar Vicente e constituir uma família feliz com ele. Entender-se com Henrique.

VICENTE PINTO – Diogo Fragata
QUEM FOI: Os primeiros anos de vida de Vicente foram um autêntico inferno. Órfão de pais toxicodependentes que morreram de overdose, Vicente passou a infância a saltar de lar em lar. Já teve algumas famílias que o levaram para casa, em regime de acolhimento, mas acabou sempre por ser devolvido pouco tempo depois, devido ao seu feitio problemático. Com o tempo foi perdendo a esperança de conseguir uma vida diferente que aquela que tem no lar.
CARACTERÍSTICAS: Miúdo agressivo, revoltado e muito problemático. Parece andar em permanente guerra com o mundo.
LIGAÇÕES: Não dá confiança a praticamente ninguém dentro do lar. A única pessoa com a qual tem uma relação mais próxima é Vera, que vê como uma irmã. Mónica vai querer adoptá-lo, mas vai levar muito tempo até conseguir conquistar a confiança de Vicente.
PROFISSÃO: Estudante.
OBJETIVOS: Apesar de não o querer admitir, o que mais queria era ter uma família onde se sentisse bem. Mas dadas as sucessivas experiências falhadas argumenta que a sua vontade é ter 18 anos para se ver livre do lar e poder emigrar para o Luxemburgo.

GUILHERME PEREIRA – GUILHAS – Ricardo Viegas
QUEM FOI: Guilhas é um miúdo com um passado tumultuoso. O pai é um pequeno assaltante que passa mais tempo na prisão que fora dela. Pouco depois do pai ser preso pela primeira vez, a mãe de Guilhas trocou-o por outro homem, que odeia Guilhas e não o quer junto dos meios-irmãos. Por isto, Guilhas detesta ir a casa aos fim-de-semanas e manteve sempre com a mãe uma relação tumultuosa, não é capaz de lhe perdoar o abandono. A relação com o pai não é muito melhor. O pai de Guilhas, Simão, só aparece quando precisa de dinheiro e a ajudado filho para se safar de algum problema em que esteja metido. Esta influência do pai já o deixou em maus lençóis no passado, por o levar por caminhos à margem da lei e voltará certamente a influenciar o seu futuro.
CARACTERÍSTICAS: Adora comida e raparigas, mas tem mais jeito para lidar com comida. Os piropos constantes que atira ao sexo oposto, a roçar o romântico foleiro, não o ajuda. É um desbocado, às vezes politicamente incorrecto, mas tem bom coração e não hesita em ajudar os amigos do centro de acolhimento. Às vezes tem dificuldade em perceber limites.
LIGAÇÕES: Filho de Simão, sonha em viver com o pai. É o melhor amigo de Manel. No centro de acolhimento é o grande confidente de Joana.
PROFISSÃO: Estudante.
OBJETIVOS: Gostava de ser famoso. O que começa com uma brincadeira na internet, de vídeos publicados, rapidamente se torna um youtuber famoso.

VERA VELOSO – Inês Aguiar
QUEM FOI: Vera é filha de pai alcoólico e desde cedo que viveu num quadro de violência familiar que culminou na morte da mãe, espancada por este. Vera, com apenas seis anos foi colocada no Lar de Acolhimento. Guarda do irmão que a abandonou.
CARACTERÍSTICAS: É uma miúda muito carente, que está sempre a pedir mimos e atenção. Quando é contrariada enerva-se. Uma das actividades que lhe dá paz é a costura, algo em que é muito boa. Tanto, que acabará por conseguir algum sucesso com as peças que faz.
LIGAÇÕES: É muito amiga de Guilhas e de Joana. No início da trama é apaixonada por Manel.
OBJETIVOS: Ter uma família.

JOANA NUNES – Joana Lucas
QUEM FOI: A mais velha de três irmãos, Joana está no lar por decisão da mãe que, tendo fracos recursos financeiros, optou por se concentrar nos dois irmãos. Isto faz com que Joana se sinta revoltada. Para ela, a verdadeira limitação não é ser surda, mas ter uma mãe que considera um monstro, capaz de abandonar uma filha em detrimento dos outros. Não tem ligação nenhuma com o pai que é rico e nunca quis saber dela.
CARACTERÍSTICAS: Surda. É uma força da natureza, com uma personalidade vincada e forte. É das crianças mais reivindicativas no centro, estando sempre a propor greves e manifestações.
LIGAÇÕES: Não gosta de falar da família, nem pretende estar com eles É apaixonada por Guilhas mas ninguém sabe.
PROFISSÃO: Vai trabalhar em part-time na fábrica
OBJETIVOS: Mostrar que consegue ultrapassar qualquer dificuldade que lhe apareça à frente. Lidar com o choque que terá quando descobrir que herdou uma fortuna.

FÁBIO MANUEL DA COSTA ALVES – D8 (Diogo Valente)
QUEM FOI: Nascido no seio de uma família disfuncional, num bairro social em Lisboa, é o mais novo de 2 irmãos, todos eles de pais diferentes. A mais velha foi mãe solteira muito jovem e o irmão do meio está preso por tráfico de droga. A mãe, essa, leva uma vida mundana, entregue ao álcool e nunca ocupou na vida dos filhos uma figura maternal. Quanto ao pai, nunca o conheceu, não tivesse sido ele, fruto de um caso de uma noite. Foi retirado à mãe quando nove anos e desde então que vive em casa de acolhimento. Apesar do passado sofrido, Fábio nunca se melindrou e cresceu com a certeza de querer um futuro melhor, tendo-se refugiado na sua paixão pela música. Desde muito novo que escreve letras e compor canções rap, inspiradas nas suas vivências.
CARACTERÍSTICAS: É um rapaz maduro, bem-disposto, com um apurado sentido artístico e apaixonado e dedicado por tudo o que faz. Mas sobretudo é um “sobrevivente”, incapaz de se melindrar pelas dificuldades e pronto para lutar.
PROFISSÃO: Estuda no 11º ano.
LIGAÇÕES: É grande amigo de Guilhas, com quem irá partilhar o gosto pela música e pelo mundo dos bloguers, criando um blog com vídeos. Também no lar, irá relacionar- se com Joana que, apesar das suas limitações, conseguirá reconhecer nas letras de Fábio, todo o seu potencial artístico, inspirando-a a escrever música também. Os dois irão aproximar-se e isso criará conflito com Guilhas, quando este e Joana se descobrirem apaixonados.
OBJETIVOS: Vingar na vida, ser reconhecido pelo seu trabalho como Rapper e intimamente.

FRANCISCO VAZ – Adriano Luz
QUEM FOI: Há catorze anos a mulher, Ofélia, cansou-se de viver com ele e trocou-o por um nórdico milionário,
abandonando Francisco. Desde então vive sozinho com os filhos, Luís (Lou) e Vasco. Trata os filhos com rédea curta e faz de tudo para que estes não saiam de casa.
CARACTERÍSTICAS: Velho rezingão, desconfiado de tudo e de todos. Tem pavor de ficar sozinho mas não é capaz de admitir. Forreta, não gasta dinheiro com nada, tem uma fortuna imensa, guardada no banco, na qual não mexe e da qual ninguém sabe.
LIGAÇÕES: Obcecado com os filhos. Tem uma relação conflituosa com Laura, namorada de Lou, porque esta
quer casar e ele não quer que o filho case e saia de casa. Pela mesma razão quando descobrir a relação adúltera
de Vasco com São irá apoiar o filho. É muito próximo de Maria Paula e da família desta. Quando Miguel regressa
vai vender-lhe um terreno que herdou e que há muitos anos é cobiçado por Luísa. A razão por que Francisco opta
por vender o terreno a Miguel é simples: Ele não suporta a família Marreiros. Desde que construíram o resort que se acabou o sossego.
PROFISSÃO: Chefe de pessoal na fábrica de embalamento de laranjas pertencente a Maria Paula Guerreiro
OBJETIVOS: Manter os filhos perto de si. Guardar tudo até o último tostão.

VASCO VAZ – João Baptista
QUEM FOI: Filho de Francisco, irmão mais novo de Lou. Trabalhador exemplar, está sempre a colecionar prémios
de empregado da semana, do mês, do ano. Teve algumas namoradas, mas nunca chegou a casar (ele sempre quis, elas não) porque elas não conseguem suportar toda a organização, arrumação e rotina que ele exige que exista na
sua vida. De uma dessas relações resultou um filho, que ele não conhece e do qual saberá mais tarde. Presentemente, o grande segredo que guarda é ser amante de São. Uma situação muito complicada, uma vez que o trio convive diariamente no hotel, onde trabalham.
CARACTERÍSTICAS: Vasco é muito metódico, organizado, aquele que tem sempre tudo sob controlo e que nunca
comete falhas.
LIGAÇÕES: Perdidamente apaixonado por São, submisso ao pai Francisco, choca bastante com o irmão Lou.
PROFISSÃO: Chefe de recepção num dos hotéis da família Marreiros.
OBJETIVOS: Fazer com que São se divorcie para ficar com ele.

LUÍS VAZ – LOU – Tiago Teotónio Pereira
QUEM FOI: Desde a adolescência que gosta que o tratem por Lou, o seu alter-ego estiloso com que começou a seduzir jovens britânicas de férias no Algarve. O seu pai prefere trata-lo por Luisinho, o que sempre irritou Lou. Lou sempre foi um rapaz tímido e um bocado gordo, até ao dia em que começou a crescer e descobriu o gel no cabelo. E um novo mundo abriu-lhe as portas. Passou a sair ànoite, a ganhar uma predilecção por música electrónica, sendo DJ da escola secundária por onde passou em pelo menos três festas diferentes (na sua cabeça, as melhores de sempre). Começam as guerras com o pai, que lhe tenta cortar a mesada. Mas aos dezoito, Lou tem um momento de sorte inacreditável: é atropelado numa passadeira. Ficará para sempre com um problema no joelho (na sua cabeça: uma lesão gravíssima; na verdade, uma fractura numa rótula), que usa como desculpa quando não lhe apetece trabalhar. O dinheiro que recebeu deu-lhe para fazer três inter-rails diferentes e várias viagens a Ibiza: capital europeia da música electrónica. Depois de anos de folia, foi obrigado pelo pai a abrir uma loja que o fixasse no Algarve.
CARACTERÍSTICAS: Brincalhão, está em permanente guerra com o pai, dadas as diferenças entre os dois. Tem uma ideia exagerada de si, em vários aspectos. Acha-se muito mais bonito e inteligente do que é. Também acha
que a sua loja vende experiências. Apesar de fiel a Laura, nem sempre consegue controlar a sua veia de engatatão romântico.
LIGAÇÕES: Está em constante guerra com o pai, pela diferença de feitios e por este ser um senhorio complicado.
Tem uma boa relação com o irmão Vasco, apesar de também serem muito diferentes. Tem uma relação amorosa
com Laura, que funciona por esta ser extremamente paciente.
PROFISSÃO: Dono de uma loja de material de praia.
OBJETIVOS: Conseguir reunir dinheiro suficiente para abrir um grande night club, à imagem dos que aprecia em Ibiza.

LAURA RAMOS – Lia Carvalho
QUEM FOI: Laura veio muito nova de Trás-os-Montes para o Algarve, para viver com uma avó, uma vez que os pais não tinham condições para a criar. A avó era uma grande doceira e Laura acabou por aprender a arte da doçaria com ela. Estudou até terminar o décimo segundo e apesar da insistência da avó em continuar os estudos, decidiu em vez de isso deixar de estudar e começar a trabalhar para ajudar em casa. A avó já morreu, mas deixou-lhe um livro de receitas onde tem vários segredos de doçaria.
CARACTERÍSTICAS: Funcionária muito dedicada e com grande habilidade para a doçaria, fará maravilhas com as laranjas de Maria Paula. É metódica e organizada, sem ter problemas em ser a primeira a chegar à empresa, e a última a sair. É por norma calma e paciente, embora às vezes perca essa paciência com as tropelias do seu namorado, Lou.
LIGAÇÕES: Namora com Lou e gosta dele, embora ache que ele poderia ser mais romântico. Esforça-se por conquistar Francisco, tentando agradar-lhe para que a reconheça como boa funcionária e uma namorada de valor para o filho.
PROFISSÃO: Funcionária na fábrica de embalamento de laranjas pertencente a Maria Paula Guerreiro.

CAMILA SILVA – Inês Aires Pereira
QUEM FOI: Camila é filha de emigrantes ingleses que, há mais de trinta anos chegaram ao Algarve e decidiram ficar. Vive sozinha há dois anos. Quando os avôs paternos ficaram mais velhos, os pais decidiram regressar para Inglaterra. Estudou Engenharia Alimentar na Universidade do Algarve. Estagiou numa cadeia de hipermercados e ficou lá a trabalhar. Camila sempre foi uma criança acima do peso e sempre sofreu com isso na infância e no início na adolescência. Como tinha um feitio explosivo e estava constantemente metida em confusões, um professor de Educação Física, grande adepto dos desportos de combate, desafiou-a para começar a treinar. Começou aos doze anos e, até aos 14, passou pelo karaté e kickboxing. Só depois entrou no boxe e, ao fim de seis anos, conseguiu quatro títulos nacionais consecutivos. Parou de competir para levar os estudos mais a sério. Continua a ser uma excelente lutadora e ainda compete em campeonatos amadores.
CARACTERÍSTICAS: Tem um ar de realeza britânica que às vezes é confundido com uma certa altivez, mas, apesar do feitio explosivo, é boa pessoa. Tem grandes problemas para controlar a sua raiva.Quando está mais nervosa, exagera no chá de camomila ou no treino físico que faz. No trabalho, recorre ao spiner ou às bolas de stress.
LIGAÇÕES: Namora Henrique, um militar que está ausente numa missão da NATO e que regressará a Portugal
mais tarde. É no boxe que Camila conhecerá Teresa e Filipe, precisamente no mesmo dia em que após mais uma
discussão com o seu chefe, se despediu. Desempregada, acabará por seguir a proposta de Filipe e de comparecer a uma entrevista com Maria Paula que a contrata para a área de controlo de qualidade. Muito profissional, Camila chegará à fábrica “Terra Laranja” sem facilitar a vida a ninguém, pelo que terá uma relação muito complicada com Francisco e com Laura.
PROFISSÃO: Engenheira Alimentar e Pugilista nas horas vagas.
OBJETIVOS: Modernizar a “Terra Laranja”, com produtos como filetes de atum em azeite e canela ou Conservas de frutas e compotas e doces artesanais com laranja.

FÁBIO MANUEL DA COSTA ALVES – Diogo Valente
QUEM FOI: Nascido no seio de uma família disfuncional, num bairro social em Lisboa, é o mais novo de 2 irmãos, todos eles de pais diferentes. A mais velha foi mãe solteira muito jovem e o irmão do meio está preso por tráfico de droga. A mãe, essa, leva uma vida mundana, entregue ao álcool e nunca ocupou na vida dos filhos uma figura maternal. Quanto ao pai, nunca o conheceu, não tivesse sido ele, fruto de um caso de uma noite. Foi retirado à mãe quando nove anos e desde então que vive em casa de acolhimento. Apesar do passado sofrido, Fábio nunca se melindrou e cresceu com a certeza de querer um futuro melhor, tendo-se refugiado na sua paixão pela música. Desde muito novo que escreve letras e compor canções rap, inspiradas nas suas vivências.
CARACTERÍSTICAS: É um rapaz maduro, bem-disposto, com um apurado sentido artístico e apaixonado e dedicado por tudo o que faz. Mas sobretudo é um “sobrevivente”, incapaz de se melindrar pelas dificuldades e pronto para lutar.
PROFISSÃO: Estuda no 11º ano
LIGAÇÕES: É grande amigo de Guilhas, com quem irá partilhar o gosto pela música e pelo mundo dos bloguers, criando um blog com vídeos. Também no lar, irá relacionar-se com Joana que, apesar das suas limitações, conseguirá reconhecer nas letras de Fábio, todo o seu potencial artístico, inspirando-a a escrever música também. Os dois irão aproximar-se e isso criará conflito com Guilhas, quando este e Joana se descobrirem apaixonados.
OBJECTIVOS: Vingar na vida, ser reconhecido pelo seu trabalho como Rapper e intimamente

 

Fonte: Paixão – Novela da SIC

Real Time Web Analytics